11 de dez de 2016

A verdade está lá fora #9 I A resistência

Olá pinguins! Sejam bem vindos ao nono capítulo de A verdade está lá foraVamos acompanhar os agentes nessa enrascada, eles estão presos na nave alienígena! Será o fim? Mas Paul conseguiu se soltar, o que será que ele fará?


Nave alienígena12:40 AM.

Como foi mostrado no capítulo anterior, o agente e biólogo Paul conseguiu se soltar das cordas, e agora ele entrou em combate contra os dois alienígenas que estavam ali de guarda, um minuto de distração de um alienígena faz com que Paul consiga pegar a arma dele e assim ele atira nos dois alienígenas que caem mortos no chão.

Na sala ao lado, Theodore ouviu a movimentação e os tiros, então ele vai rapidamente até lá. Mas enquanto Theodore não chegava, Paul conseguiu soltar Eduerafa e também Gary, mas quando Paul estava indo soltar outro agente Theodore chegou.

- Ora ora, parece que vocês são muito espertos, conseguiram acabar com dois alienígenas e ainda já estão soltando os outros agentes. Parece que teremos que dar um belo castigo em vocês! - diz Theodore

Mas de repente Eduerafa pula em cima de Theodore o golpeando com vários socos e chutes, Gary estava alterando sistema fazendo todas as portas da nave fecharem, assim nenhum alienígena entraria para dar reforços a Theodore, Paul terminava de soltar os agentes e por último soltou Juh e Danielps.

Gary foi até onde estavam as cápsulas de congelamento, onde estavam congelados Alijomel, Sponge, Cara do Foguete, Floco, Jonny e Isabelle, e logo ao lado das cápsulas de congelamento, havia um casal e um agente mortos e dentro de cápsulas com formol.

Gary acionou o processo de descongelamento das cápsulas, enquanto isso Theodore foi até a sala do lado e se trancou lá, mas a cela onde estava Drake já tinha sido aberta, Drake saiu de lá, ele tinha enlouquecido por isso qualquer ação de Drake era inesperada, então Drake surtou, teve um surto de raiva, pulou em cima de Theodore o golpeou várias vezes, Theodore meio zonzo conseguiu sair dessa e foi até a mesa pegar a arma laser, enquanto isso os agentes do lado de foram tentavam arrombar a porta.

Os dois entraram novamente em luta corporal, os tiros não acertavam Drake,até que Theodore conseguiu escapar da fúria de Drake e correu em direção a porta, quando Drake ia golpear-lhe com um soco, Theodore deu um tiro certeiro em sua cabeça, assim Drake caiu sobre Theodore e logo depois caiu no chão. O sangue escorria e uma poça de sangue se formava no chão.

Theodore abriu a porta e foi golpeado por Paul com um soco na cara, caiu no chão e foi aprisionado na cela onde Drake estava, a desatenção de Paul fez com que ele nem percebesse Drake no chão, mas então Lililuane dá um grito.

- Drake está caído no chão! Ele morreu! - diz Lililuane desesperada

George e o resto dos agentes corre rapidamente para a sala, George examinava Drake.

- Sem batimentos, ele está infelizmente morto. - diz George muito abalado

- Foi você seu cretino! - diz Eduerafa chutando a porta da cela onde Theodore foi preso por Paul

Theodore já havia acordado e então disse:

- Isso é para vocês não subestimarem o que eu sou capaz, pinguim por pinguim, prédio por prédio e esta ilha deixará de ser do domínio dos pinguins! Mua Há Há Há. 

Após muita discussão e sentimentos negativos, Gary completou o descongelamento e assim conseguiu libertar os agentes das cápsulas de congelamento que para felicidade de todos ainda estavam vivos.

Todos se abraçaram, os agentes estavam felizes por terem seus velhos amigos de volta e tristes por terem perdido Drake.

Todos estavam infelizes pela morte de Drake, o choro tomava conta da nave, enquanto isso Paul explicava o que estava acontecendo aos agentes recém descongelados.

- Eu sei que é difícil a morte de um amigo, infelizmente perdemos queridos companheiros nessa jornada, como Mister e agora Drake, e também praticamente todos os agentes da EPF, mas devemos encarar a realidade, agora eu acho que é melhor a gente focar em acabar com esses alienígenas para que menos gente sofra e morra!  - diz Gary

Os agentes concordaram.

Parecia que tudo tinha acabado, mas então Gary lembra que os agentes que estavam nas cápsulas de congelamento tinham os chips, e assim eles poderiam se revoltar contra o resto dos agentes, então Gary leva todos os agentes até a sala cirúrgica da nave.

O tempo passou e tudo foi resolvido, parecia que tudo estava dando certo, mas será mesmo?

- Agora precisamos enfrentar o maior desafio de nossas vidas, sair dessa nave e enfrentar todos os alienígenas que estão lá fora! - diz Dot

- Acho que é melhor a gente ficar aqui dentro! - diz Gary

- Se a gente sair iremos todos ser congelados de uma vez! Entende Dot - diz Floco

- Curioso, nesse tempo que eu fiquei congelado a EPF sumiu, os alienígenas dominaram e só restam nós de agentes, nós somos a única esperança! - diz Sponge

Depois de todos discutirem, eles abriram a porta principal da nave. E desceram os alienígenas foram na direção deles, e assim começou uma guerra de luta corporal e com armas.

Paul, George e Lililuane saíram de fininho e rapidamente já estavam fora do galpão. Já Eduerafa, Gary e Dot usavam armas laser exterminando vários alienígenas de uma vez, enquanto isso Sponge, Juh e Danielps foram golpeando os alienígenas com socos e acabaram saindo rapidamente do galpão.

Floco correu logo atrás mas foi pego pelos alienígenas e levado de volta para a nave, Alijomel levou um tiro e teve a nadadeira machucada, acabou sendo levado de volta assim como Jonny e Isabelle que acabaram mal saindo da nave e já foram capturados.

O time de agentes e também repórteres e cidadãos comuns foi dividido, o time foi enfraquecido, agentes ficaram para trás, mas não tinham como salvá-los.

De volta na nave alienígena, os alienígenas tiraram Theodore de dentro da cela, e os agentes capturados foram obrigados a se sentarem em cadeiras, e logo depois eles foram amarrados com cordas.

- Vocês agentes são mais espertos do que eu pensei, por isso, todos vocês, irão ser congelados temporariamente! Quando a ditadura alienígena começar por completo vocês serão descongelados e servirão de escravos e ajudantes, digamos superiores ao resto da população. - diz Theodore

Médicos alienígenas chegam e levam todos os agentes para serem congelados nas cápsulas de congelamento.

Enquanto isso os agentes fugitivos se espalharam, exceto os repórteres Juh e Danielps que mais tarde se encontraram com Eduerafa, o resto dos agentes estavam todos separados.

Será que os alienígenas venceram? O instituto foi explodido, assim todos os agentes morreram, exceto os principais, mas metade deles foram congelados, enquanto isso poucos agentes escaparam da explosão e do congelamento.

A EPF era passado, só restou os principais agentes, agora todos espalhados, cada um em um canto tentando achar um ao outro. Enquanto isso os prédios da Ilha Club Penguin estavam todos sendo demolidos, pois em breve logo se iniciaria a construção de edifícios com a arquitetura alienígena.

Área inóspita13:30 PM.

Enquanto isso os pouquíssimos agentes que escaparam da explosão dos instituto construíam uma pequena cabana em uma área inóspita perto das montanhas, a maioria deles estavam com algum ferimento.

Próximo dali havia o acampamento dos outros agentes, agora aquele acampamento estava vazio, mas Franklin Novak estava dormindo por lá sozinho, agora o presidente das Conferências de Ufologia da Ilha Club Penguin estava simplesmente sem rumo, ele caminhava literalmente para lugar nenhum, até que encontrou a cabana dos agentes, ele bateu na porta e foi atendido por um agente, o agente Pintado, os dois já se conheciam.

- Quando tempo Pintado! - diz Novak feliz por ver o amigo

- Realmente faz muito tempo! Entre e fique aqui com a gente. - diz Pintado também feliz por ver o amigo

Novak entrou e se acomodou em um banco vago, que era feito de madeira, assim como tudo o que havia naquela cabana.

- Parece que vocês conseguiram sobreviver daquela explosão do instituto, eu estava com os principais agentes da EPF, só que eu acabei dormindo e quando acordei não vi mais nenhum deles, mas eles falaram em invadir o galpão-base dos alienígenas, acho que esse plano deles não deu muito certo. - diz Novak

- Não há mais o que fazer, os alienígenas já venceram. - diz Bruce, um agente que escapou da explosão

- O que nos resta é alguém no futuro conseguir acabar com todos esses alienígenas. - diz Pintado

- Acho melhor todos os agentes que ainda restaram se juntar e armar um plano para acabar com os alienígenas! - diz Jordan, outro agente que escapou da explosão

Com o tempo e depois de muita discussão todos concordara com Jordan, agora todos os agentes estavam unidos e prontos para bolarem um plano, exceto os principais agentes que estavam todos espalhados por aí.

Centro13:40 PM.

Theodore no galpão-base dos alienígenas entrou em um carro juntamente com outros dois alienígenas e  foi até o Centro, lá já tinha um palco e um microfone, Theodore parou o carro ao lado do palco e subiu as escadas daquele do mesmo, os pinguins começaram a se aglomerar no Centro. Juh, Danielps e Eduerafa também estavam lá, e logo depois chegaram os principais agentes que acabaram se encontrando, mas todos eles não viram Juh, Danielps e Eduerafa.

- Eu Theodore sou o seu novo líder. Theodore é interrompido pelos gestos de surpresa da população. - Muito bem, a EPF perdeu, foi explodida e se mudou para um instituto, que também foi explodido, e com isso não restou praticamente nenhum agente, mas temos um outro líder também, o líder dos alienígenas, que também governará comigo, e eu declaro o fim da Ilha Club Penguin, está ilha agora será dos alienígenas! Todos vocês pinguins se mudarão para as montanhas ao norte da Ilha Club Penguin, vocês tem alguns dias para fazerem essa mudanças, e vocês construirão suas próprias casas.

Theodore é vaiado e muitos tentam subir no palco, mas os dois alienígenas atiravam para todo canto, assim muitos pinguins foram mortos, todos correram, e lá ficou Juh, Danielps e Eduerafa.

- Os agentes devem ter se isolado em algum canto por aí, nós iremos encontrar os agentes sobreviventes da explosão do instituto! - diz Juh

- Concordo com você, eles devem estar próximo do nosso acampamento. - diz Danielps

Área inóspita14:00 PM.

Os três após vários minutos encontram uma pequena cabana, e então Danielps bate na porta, Pintado atende novamente.

- Quem são vocês?

- Somos repórteres, e aquele ali é um fazendeiro. - diz Juh

Novak vai até a porta e diz:

- Eu conheço eles, deixem eles entrarem.

Pintado obedece Novak. Todos da cabana se cumprimentam.

- Já que vocês estavam ajudando os agentes, saibam que todos nós estamos unidos nesse grupo de resistência, ou seja, somos os agentes que restaram, e agora vocês devem fazer parte dele. - diz Jordan

Eduerafa, Danielps e Juh concordaram com Jordan.

- Mais tarde começaremos a bolar um plano para acabar com os alienígenas. - diz Jess, outro agentes sobrevivente da explosão.

- Só vocês quatro sobreviveram? - diz Eduerafa

- Sim, eu sou Pintado, esse é Jordan, esse é Bruce e esse é Jess. - diz Pintado

Ao passar do tempo eles conversam entre si e trocam ideias.

Prainha14:20 PM.

Enquanto isso, a população corria desesperada arrumando suas coisas, uma tempestade estava se formando. Dot, Gary, Sponge, Lililuane, George e Paul conversavam sentados na Prainha.

De repente Gary recebe uma ligação de Pintado.

- Olá Gary, eu sou Pintado, eu e mais três agentes sobrevivemos a explosão do instituto estou acompanho de Novak, Juh, Danielps e Eduerafa.

- Ótimo! Onde vocês estão? - diz Gary

- Estamos perto daquele acampamento de vocês segundo Novak. - diz Pintado

- Eu estou com todos os outros agentes iremos aí! - diz Gary desligando o telefone

Os agentes se aninam, depois de alguns minutos todos se encontram na cabana de madeira e começam a discutir o plano para acabar com os alienígenas, mas parecia que as coisas não estavam dando muito certo.

Será que os alienígenas venceram, ou será que o que sobrou da EPF conseguirá acabar com os alienígenas? Veremos com o passar do tempo...

Esse foi o 9° capítulo de A verdade está lá fora. Fiquem atentos, pois domingo que vem teremos o 10° capítulo (um dos últimos capítulos)! Até mais e... Pinguinando!