A verdade está lá fora #1 | Revelações

Olá pinguins! Sejam bem vindos ao primeiro capítulo da segunda temporada de A verdade está lá fora! Vamos acompanhar Carrie e a melancolia da dominação alienígena, que surpresas ela descobrirá?

Clique aqui para acessar a primeira temporada de A verdade está lá fora



Créditos ao Rico1966 pelo banner da segunda temporada

Montanhas do norte no Club Penguin, 10:00 PM.

Uma jovem pinguim roxa com apenas 20 anos, de lindos cabelos loiros e lisos e que vestia uma simples blusa azul, sentada em uma pedra observava seu reflexo em um lago congelado, seu nome era Carrie, ela refletia sobre um futuro perfeito, onde a tirana ditadura alienígena imposta por Theodore não existia.

Seus amigos conversavam próximo dali. Graziella, uma pinguim roxa de cabelos loiros e vestido azul que gostava muito de desafios, ela conversava com Ellie, uma pinguim amarela de cabelos escuros e vestido verde que adorava fotografar, ao lado delas havia Michael, um pinguim laranja com um cabelo de cor clara e uma blusa listrada e sapatos laranjas ria das piadas de Frank, um pinguim azul de cabelos loiros com um suéter verde.

Carrie era a mais sonhadora de seu grupo de amigos, ela se levantou da pedra e foi até seu iglu, onde estavam seus tios que cuidaram dela desde quando seus pais morreram nas mãos da tirania do Império Alienígena.

Em seu quarto arrumava suas coisas, mas de repente deixou uma antiga caixa cair no chão, o trinco da caixa se quebrou.

- Eu nem sequer lembrava dessa caixa! Eu nunca tentei abrir ela, bom vejamos o que há aqui dentro. - diz Carrie abrindo a caixa

Carrie vê um monte de papéis, sem saber do que se trata começa a analisar os papéis, de repente ela lê: ''Planta do galpão-base alienígena''.

- Mas isso... isso... isso... É A PLANTA DO GALPÃO-BASE ALIENÍGENA, mas vejamos isto é muito antigo, agora este galpão-base é a base dos soldados alienígenas na ilha, mas pensando positivo, se acabarmos com a dominação na ilha poderemos ir para a estação espacial alienígena! - diz Carrie com um grande sorriso no rosto

Carrie examina um pouco mais a planta e percebe o nome dos agentes e seus aliados anotados no canto.

- Minha nossa, esses são os últimos agentes e aliados da EPF, será que eles ainda estão vivos? - diz Carrie pensativa

Carrie guarda os papéis na caixa e vai até o lago congelado, ela se senta no centro da roda de seus amigos e fala:

- Escutem aqui, isto é sério! Olhem o que eu achei, os planos do galpão-base alienígena, este galpão-base é a base dos soldados alienígenas na ilha, mas pensando positivo, se acabarmos com a dominação na ilha poderemos ir para a estação espacial alienígena e derrotar Theodore e o imperador alienígena! Tem o nome de alguns agentes e seus aliados escritos aqui no canto da planta do galpão-base. Juh, Danielps, Eduerafa, Alijomel, Dot, Cara do Foguete, Pintado, Gary, Lililuane,Bruce, Jordan, Jess, Novak, George e Paul!

- Onde você achou isso?! - disse Frank

- Há 10 anos atrás eu havia achado uma caixa, eu nem me importei e guardei a caixa, nem tive curiosidade em ver o que tinha dentro, e hoje quando fui arrumar meu quarto caiu a caixa, e então eu descobri o que tinha dentro. - diz Carrie com um turbilhão de emoções a respeito do futuro da ilha

- Vamos contar para a amiga dos seus tios, a Leila! Ela com certeza vai saber o que devemos fazer. - diz Graziella

- Realmente, pois se eu contar para os meus tios vão com certeza sumir com esses papéis, pois eles tem muito medo do Império Alienígena, mas ainda desde que meus pais foram mortos pelo Império Alienígena. - diz Carrie

O grupo de amigos se levantam e andam até o iglu de Leila, Michael bate na porta. Leila, a pinguim rosa de cabelos loiros e blusa clara vai até a porta atender as visitas.

- Vocês aqui? Entrem meus amigos! - diz Leila surpresa e alegre

Michael, Ellie, Frank, Graziella e Carrie entram no iglu aconchegante de Leila, Carrie e seus amigos observavam os móveis, todos se sentam.

- Oi gente, que bom ver vocês aqui! O que vocês querem essa hora da noite? - diz Leila curiosa e com um sorriso

- Você não vai acreditar Leila! Eu achei os planos do galpão-base alienígena! Eu estava com eles o tempo todo! Só agora que descobri que eu os tinha, veja que aqui no canto há nomes de vários agentes e seus aliados, aonde serão que estão esses agentes? - diz Carrie muito alegre

Leila salta da cadeira de surpresa, um turbilhão de emoções passa pelo corpo de Leila, tremendo de emoção ela abre a porta do iglu e anda alguns metros e respira fundo. Carrie assustada com a reação de Leila, se levanta da cadeira e vai até Leila.

- O que houve Leila?! - pergunta Carrie curiosa e surpresa com a reação de Leila

Logo Michael, Frank, Ellie e Graziella se aproximam.

- Eu... eu... eu... sou... sou... sou... uma... uma... das... agentes. - diz Leila tremendo de emoção

- O quê?! - diz todos exceto Leila

- Eu sabia que esse dia ia chegar! Eu tenho que contar a verdade! Meu verdadeiro nome é Lililuane! - diz Lililuane ''atordoada'' de tantas emoções

Carrie e seus amigos ficam surpresos e não esboçam reação, todos ficam imóveis e pensativos. Até que Carrie diz com uma leve voz:

- Leila, ou melhor, Lililuane... Você sabe aonde estão esses agentes?

- Sim! Os mais próximos daqui são Danielps e Juh, que na verdade eram aliados dos agentes, já Pintado , Bruce, Jordan, Jess e Novak morreram... mas Paul e Eduerafa não, Paul na verdade mora por essas bandas também, nunca contei o segredo dele! E Eduerafa se mudou para a Ilha dos Mercantes, já George e Cara do Foguete estão congelados e presos lá na estação espacial de Theodore e Dot e Gary assim como Paul vivem por aqui também, claro que eles agora escondem a identidade. - diz Lililuane muito pensativa

- Esse tal de Danielps e essa tal de Juh, onde eles estão, você disse que são os mais próximos daqui. - diz Frank

- Eu levarei vocês até lá!

Mata fechada na área inóspita do Club Penguin10:25 PM.

Lililuane guia Carrie, Frank, Michael, Graziella e Ellie pela mata fechada. A paisagem era sombria, enormes pinheiros que contribuíam mais ainda para uma enorme escuridão, barulhos amedrontadores e um ambiente com muita neve e puffles selvagens.

Até que Lililuane chega a uma clareira e vê a moradia de Danielps e Juh. Lililuane anda calmamente até a casa deles, que eles mesmo construíram e bate na porta, Danielps atende.

- Lili! Quanto tempo, o que faz aqui a essa hora da noite. - diz Danielps feliz ao ver Lililuane

- Acho que temos a obrigação de ajudar esses jovens pinguins. - diz Lililuane se afastando

Carrie, Frank, Michael, Graziella e Ellie se aproximam da porta.

- Eu tenho os antigos planos do galpão-base alienígena! - diz Carrie mostrando os papéis para Danielps

Danielps fica imóvel, não esboça reação, fica muito surpreso e feliz.

- Vocês são a nossa única esperança! Termine o que Drake começou! Drake foi o ufólogo que descobriu que os alienígenas iriam atacar a ilha, todos duvidaram, mas ele estava certo, ele foi muito guerreiro, e morreu nas mãos de Theodore segundo os boatos, eu o conheci, você é igual ele, dá para ver isso! - diz Danielps

Logo chega Juh, curiosa com a movimentação, Juh cumprimenta Lililuane e se apresenta para Carrie e seus amigos, Juh chama todos para entrarem.

- Eu tenho um plano! Vocês são agentes... - Carrie é interrompida

- Na verdade somos repórteres, mas éramos sim aliados dos agentes. - diz Juh

- Ok, mas de qualquer forma vocês eram parte da antiga EPF, assim como a Lililuane. Todos os agentes ainda vivos, devem se juntar, todos nós devemos se unir novamente! Vamos montar uma resistência, com esses planos e armamento conseguiríamos retomar o poder na ilha, e depois de tomar posse dos equipamentos e da base alienígena na ilha estaríamos prontos para realizar a invasão final, invadindo a estação espacial, derrotando Theodore, e claro derrotando também o imperador alienígena, que vive lá no Planeta Y, assim a paz seria retomada na ilha. - diz Carrie

- Uau, realmente é uma utopia! - diz Juh rindo

- Ora ora, parece que você não é otimista o suficiente Juh. Lililuane, Danielps e Juh, vocês devem juntar todos os antigos agentes que ainda estão vivos! - diz Carrie

- Bom, todos nós conhecemos as mesmas pessoas, exceto eu e a Juh que conhecemos um cientista de geologia que mora em uma caverna. - diz Danielps

- Ok, juntem todos os agentes e esse cientista de geologia da EPF, começaremos do zero! Como dizia aquele pinguim fabulista ''Unidos venceremos. Divididos, cairemos''! - diz Carrie

Juh e Danielps concordam.

- Temos que ter cautela, pois o Império Alienígena sabe de tudo o que ocorre na ilha! - diz Ellie

- Bem lembrado! - diz Danielps

- Bom, de qualquer forma teremos que derrotar essa tirania imperial! Amanhã cedo nós nos encontraremos novamente e iremos atrás dos agentes e seus aliados. - diz Carrie

- Eu concordo com tudo, mas seus tios não gostarão disso. - diz Lililuane

- Eu dou um jeito! - diz Carrie

Todos se levantam e se despedem de Juh e Danielps, novamente enfrentam a floresta sombria, que um dia já foi mais alegre.

Montanhas do norte no Club Penguin10:50 PM.

Chegando ao seu iglu, Carrie se depara com ele em chamas, ela grita e com muito desespero vê que o Império Alienígena já soube de seus planos, Carrie chora até não conseguir chorar mais, Lililuane a acolhe em seu iglu.

- Meu bem, eu sei que é difícil, mas você vai superar e vai acabar com o Império Alienígena! Eu tenho certeza. E assim traremos a paz a toda a ilha, você tem muito o que fazer pelo bem desse lugar ainda Carrie. - diz Lililuane consolando Carrie em seus braços.

Depois de uma década, as verdades começam a vir à tona. Carrie é a única que pode de fato acabar com a tirania e a opressão que o Império Alienígena impôs a essa ilha. Um dia Drake descobriu que os alienígenas estavam prontos para o golpe final, agora Carrie vem para contra-atacar, e mandar tudo em dobro para o mais tirano vilão que essa ilha já enfrentou, Theodore...

Esse foi o 1° capítulo de A verdade está lá fora. Fiquem atentos, pois sábado que vem teremos o 2° capítulo! E então o que acharam do 1° capítulo desta nova temporada de A verdade está lá fora? Até mais e... Pinguinando!