30 de out de 2016

A verdade está lá fora #4 I Um caso difícil.

Olá pinguins! Sejam bem vindos ao quarto capítulo de A verdade está lá fora. Vamos acompanhar os agentes nessa investigação e vamos ver também a reação da população! 



Sala de Comando da EPF, 10:15 AM.


Os agentes estavam sentados nas cadeiras da mesa de reuniões. Alijomel e Mister reclamavam de uma terrível dor de barriga, enquanto isso Cara do Foguete, Drake e Dot reclamavam de dores na perna.

- Parece que vocês se acabaram nesse dia de folga em! Pelo jeito foi uma festa de arromba. - diz Gary rindo

- Nem me fale! Eu preciso ir ao banheiro. - diz Alijomel correndo em direção a saída

- Bom, agentes. Tenho notícias para falar a vocês! O casal que foi assassinado, já passou por uma autópsia, e vocês terão que ir lá agora. - diz Gary

- O que?! Eu tenho pavor de mortos e sangue! Eca! - diz Dot fazendo cara de nojo e medo

- Fique tranquila, vocês agentes apenas irão ouvir o relatório do médico. - diz Gary rindo da reação de Dot

Enquanto isso, Alijomel voltava do banheiro, com uma cara de alívio. Mister correu em direção ao banheiro logo depois.

- Agente Alijomel, você irá junto com os outros agentes até o Instituto de Autópsias da EPF, vocês irão apenas ouvir o relatório do médico. Mas caso algum agente queira ver o corpo, ele pode. - diz Gary vendo a reação de Dot

- Não quero ver nenhum corpo, ainda bem que não é obrigatório! - diz Dot

- Vocês já podem ir! - diz Gary

Os agente se levantam e vão em direção a saída, em poucos minutos eles chegam no Instituto de Autópsias da EPF.

Minutos depois Mister sai do banheiro e percebe que todos já foram ,ele se apressa para chegar no local a tempo.

Instituto de Autópsias da EPF10:25 AM.

Os agentes se acomodavam em várias cadeiras e olhavam o médico em cima de um palco com uma lousa explicando os fatos.

- Olá agentes, eu sou George, irei apresentar a vocês tudo o que descobrimos no casal. - diz George pegando um giz

- Espero que isso não vire uma aula. - diz Drake rindo

Enquanto isso Mister chegava todo suado, e rapidamente se acomodou em uma cadeira.

- Bom, temos um banco com várias armas e geringonças de ladrões e vilões da ilha, não encontrei uma arma que causasse um efeito igual foi causado nos corpos do casal, foi um grande furo que atravessou o corpo! - diz George anotando o fato na lousa

- Mas vocês encontraram algo incomum? - diz Cara do Foguete pensativo

- Bom, por enquanto não. Essa arma é muito potente, fez um furo de 10 cm no peito do casal! Algo assustador, mas encontramos indícios que essa arma seja uma arma que dispara um enorme raio laser em uma velocidade incrível, na cena do crime encontramos uma espécie de fuligem que nunca vimos antes, parece algo até de outro planeta, pois essa arma parece ser muito avançada. - diz George anotando a descrição da arma na lousa

- Err... Não precisa copiar isso, né?- diz Drake

- Se você quiser. - diz George

- O mais interessante é que essa arma deve ser silenciosa, pois ninguém da festa notou algum ruído, parece algo de uma tecnologia incrível - diz George pensando

- Nossa, que arma avançada! - diz Dot curiosa

- Vocês tem alguma arma parecida com a descrição dessa? - diz Alijomel pensativo

- Nada parecido, mas algum tempo atrás houve um caso interessante de um assassino que usava uma arma de laser, mas essa é muito mais avançada! - diz George

- É a única arma a laser que temos aqui. Descobrimos também que essa arma causa uma onda de choque no corpo incrível! - diz George anotando a observação

- Seria interessante a gente ter essa arma... Poderíamos resolver esse caso com uma facilidade bem maior. - diz Mister

- Sabemos que esse assassino é muito esperto, e tem uma tecnologia absurda! Quem sabe se não é algum cientista que endoidou ou um agente da EPF revoltado que decidiu se vingar? - diz Alijomel se levantando da cadeira e se empolgando com suas teorias

- Não sei, mas tenho certeza que é um pinguim muito inteligente... - diz Cara do Foguete

- Se alguém quiser ver o corpo é só falar. - diz George

Ninguém quis ver o corpo, exceto Drake. Que analisou e fez observações do que viu, ele pensava em apresentar tudo o que George falou e o que ele observou a Theodore, o ufólogo que investigaria a teoria de Drake junto com o mesmo.

Os agentes foram liberados e já estavam saindo, uma forte tempestade estava acontecendo.

- Minha nossa! Que ventania e que chuva, parece até que é o fim do mundo! - diz Dot toda molhada

- Precisamos manter a população sobre controle, todos estão assustados com esses desaparecimentos, ainda mais depois que o casal morreu e um monte de pinguins viu isso, a situação está caótica! - diz Cara do Foguete pensativo

- Acho melhor a gente ver quais são as ordens de Gary. - diz Dot conferindo suas mensagens no telefone secreto. Gary disse que estamos liberados!

- Que ótimo! Ei Alijomel, que tal a gente ir na Pizzaria almoçar? - diz Mister sorrindo

- Ótimo, vamos! - diz Alijomel indo embora junto com Mister

- Eu irei continuar o meu mais novo disfarce. Vou indo gente! - diz Dot acenando e indo embora

- Eu irei até a Redação ver o que está ocorrendo! - diz Cara do Foguete indo embora

- Eu irei até até o iglu de um amigo! - diz Drake pegando sua anotações e indo embora

Laboratório de Gary10:55 AM.

Gary comparou os resultados de DNA dos fios de cabelo com o exame de sangue mandado pela família.

- Pelos tubos de ensaio! Estes fios de cabelo são de Jonny e Isabelle, isso comprova que eles foram sequestrados, eles devem estar em algum lugar naquela mata fechada próxima a Floresta. - diz Gary feliz em descobrir uma pista

Gary pegou seu celular e ligou para a família de Jonny primeiro.

''Alô! Eu descobri que os fios de cabelo que eu achei na mata fechada são de Jonny e também de Isabelle! Parece que eles estão em algum lugar por ali perto.'' - diz Gary

''Que bom! Finalmente algo sobre onde pode estar meu filho, ache ele por favor!'' - diz o pai de Jonny chorando de felicidade

''Iremos atrás dele! Qualquer notícia eu te ligo!'' - diz Gary feliz e desligando o seu celular

Depois ele ligou para a família de Isabelle.

''Alô! Eu descobri que os fios de cabelo que eu achei na mata fechada são de Isabelle e também de Jonny! Parece que eles estão em algum lugar por ali perto.'' - diz Gary repetindo a mesma frase

''Minha nossa! Que bom que você descobriu uma pista, estou tão feliz, ache minha filha!'' - diz a mãe de Isabelle emocionada

''Qualquer novidade eu te ligo! Faremos o possível!''- diz Gary com um sorriso no rosto e desligando novamente o seu celular

Logo após isso, ele chamou um agente que vigiava as proximidades do laboratório e mandou ele falar para um grupo de buscas procurar sinais de Jonny e Isabelle na mata fechada perto da Floresta. Gary ficou feliz com o resultado das pistas, era um grande avanço para um caso tão difícil, mas Gary sabia que esse sequestrador e assassino era alguém diferente, um estrategista e tanto devia ser, mas ele não sabia que se tratava de terríveis alienígenas que se alojavam em partes inóspitas da ilha, se preparando para acabar com a população da mesma.

Iglu do ufólogo Theodore11:10 AM.

Depois de muito discutir e apresentar as observações para Theodore, Drake falou sobre o que George disse e sobre o andamento do caso.

- Não conte esse caso para ninguém! Se espalhar essas informações tudo vai por água abaixo! Isso é só entre nós e entre as Conferências de Ufólogos da Ilha Club Penguin! - diz Drake preocupado

- Parece realmente um caso que tem relações com alienígenas! Armas potentes assim são apenas com alienígenas! - diz Theodore se impressionando com o caso

- Bom, eu tenho que ir para o meu iglu. Vou descansar e fazer mais algumas teorias e observações, eu também irei observar o céu! - diz Drake pegando seus pertences e indo embora

Redação11:15 AM.

Cara do Foguete observava Juh e Danielps discutindo uma maneira de revelar para a população toda a verdade escondida e o real motivo de tirar a edição do Club Penguin News de circulação.

- Vocês deviam saber que informações sigilosas não são de interesse público e servem apenas para causar caos e criar boatos falsos! - diz Cara do Foguete com ar de seriedade

- Eu trabalho aqui já faz um bom tempo! E muita coisa foi escondida da população! Eu acho que é hora de revelar toda essa verdade escondida não acha? - diz Danielps pegando o jornal fora de circulação

- Você acha que esses casos de desaparecimentos não são graves pelo jeito, nem sabemos quem é o real sequestrador, vocês estão brincando com a segurança de vocês e de todos! - diz Cara do Foguete

- Se nenhum agente sumiu, a gente não precisa se preocupar com isso - diz Juh

- Pelo jeito, vocês ainda estão muito por fora desse caso... - diz Cara do Foguete

- Me diga o por quê. - diz Juh

- Bom, eu acho só revelando a verdadeira verdade vocês irão entender a seriedade do caso. - diz Cara do Foguete respirando fundo

- Minha nossa, parece algo bem amplo - diz Danielps curioso

- Dois agentes já sumiram nesse caso! As pistas que temos são quase nulas e a autópsia de um casal que foi morto mostra uma arma de uma tecnologia incrível! - diz Cara do Foguete

- O quê?! Eu não imaginava que o caso fosse tão sério. - diz Danielps assustado

- Mas a população precisa ser alertada disso! - diz Juh indignada

- Mas se alertamos a população isso gerará um caos ainda maior! - diz Cara do Foguete com grande preocupação

Juh pegou um megafone atrás de sua mesa e abriu a janela da Redação e gritou:

- Atenção! Houve casos de desaparecimentos e a coisa é séria, se sabe pouco sobre o sequestrador e eu recomendo todos tomarem cuidado! - diz Juh

- Você pirou?! Agora sim que tudo irá virar de cabeça para baixo. Eu preciso ir embora imediatamente. - diz Cara do Foguete indo embora

A partir desse dia a população entraria em um caos total e no meio de tudo isso e do clima de Halloween da ilha os alienígenas preparavam armas e terminavam de estudar suas cobaias que estavam trancafiadas em uma cela, os alienígenas em breve iniciariam uma dominação, será que no meio de todo esse caos a EPF dará conta do recado?

Prainha12:15 PM.

Alijomel estava pensando sobre o caso enquanto se tranquilizava olhando para o horizonte do mar. Já era noite, e a Prainha estaria vazia se não fosse Alijomel ali presente.

 Alijomel sentia uma sensação estranha, uma grande luz foi apontada para ele e vinha do céu. Ele olhou curioso para ver o que estava acontecendo, e de repente ele foi levitado e foi abduzido.

Lá dentro ele foi desacordado e implantaram um chip na cabeça dele e logo depois ele foi colocado na cela.

Os alienígenas queriam capturar todos da EPF, eles não queriam matá-los pois queriam saber de seus planos, fazendo interrogações e torturas com os capturados dentro da nave ele acabaram tirando algumas informações.

 Área inóspita próxima a Montanha Mais Alta, 01:10 PM.

Em poucos dias os alienígenas se alojaram e construíram uma base cheia de armas e equipamentos tecnológicos, os capturados foram levados para essa base e foram colocados dentro de uma cápsulas de contenção, onde os capturados ficavam mergulhados em um líquido especial que deixava eles vivos mas sem poder reagir.

Lá foram testadas diversas armas e experimentos, esses alienígenas pareciam estar se preparando muito bem para começar um extermínio da população. E eles dariam o ataque inicial exatamente agora!

Um incrível canhão de raio laser acoplado junto com um disco voador atingiu em cheio a Estranha Parafernália Falante... que foi destruída! Ela está em chamas! Muitos arquivos e informações valiosas estão sendo perdidas, parece que o massacre está apenas começando...

A partir deste terrível acontecimento, a ilha não terá mais paz... Será uma invasão alienígena! Um massacre em busca da dominação! Será que a EPF mesmo debilitada conseguirá salvar a ilha dessa?

Esse foi o 4° capítulo de A verdade está lá fora. Fiquem atentos, pois domingo que vem teremos o 5° capítulo! Até mais e... Pinguinando!