31 de jul de 2017

Review | Pyccampor - Volume 1

Olá, pessoal! Venho aqui para trazer uma postagem diferente para vocês, venho lhes informar sobre um novo mundo, um mundo chamado Pyccampor, este mundo ocorre num lugar bem frio do planeta, onde existem os poképuffles, que são criaturas que vivem em harmonia com os pinguins do planeta, porém se destacam por sua capacidade de despertar um poder incrível! 

Bem, esse mundo foi criado por Rocky @rockycpf, uma garota bem criativa da comunidade que gosta de histórias e se inspirou em Pokémon e Club Penguin para criar o que nós chamamos de Pyccampor @Pyccampor, um mangá que narra a história de Rocky através do fabuloso mundo dos poképuffles (criatura inspirada nos puffles e pokémons), quando a mesma inicia sua grande jornada cheia de aventura. 


Eu li o volume 1 do mangá e gostei bastante da história e por isso que à pedido de Rocky e vontade própria decidi fazer uma review para analisar os pontos positivos e negativos do volume citado, caso se interesse em lê-lo, clique sobre o link abaixo, caso tenha interesse em ler esta review, continue sua leitura.


Bem, vamos começar, a review vai ocorrer desta forma, eu separarei cada parte para analisar em tópicos, para facilitar a compreensão e organização, vamos lá!

========== A história ==========

Esta com certeza é a parte mais importante mais importante da história, afinal é a história! Enfim, após ler o volume 1 do mangá pude compreender um pouco da mesma, porém como ela acabou de se iniciar fica difícil dar detalhes detalhados, por isso a considerarei iniciante e darei uma análise básica, vamos analisar então...


... "Rocky é uma pinguim que vive em Village City, uma cidade pacata e não muito agradável, com cidadãos também não muito agradáveis, até que um dia ela é chamada para o laboratório do Professor Pinguim, onde a sortuda foi escolhida para ficar com um poképuffle, uma criatura incrível e misteriosa capaz de despertar poderes também misteriosos que vêm sendo estudados pelo professor há um tempo... Então, Rocky deve viajar para conhecer novos poképuffles e salvar o planeta!" ...

... Com certeza um resumo bem interessante, após ler a história, e gostar bastante, notei um potencial imenso que pode ser muito bem desenvolvido, porém fiquei com algumas perguntas na cabeça como: Por que o mundo está em perigo? ou Por que Rocky tem que salvar o mundo? Bem, é exatamente um tipo de pergunta perfeita! Sabe por que? Por que esse tipo de mistério é o que nos da vontade de voltar para continuar lendo! E nos deixa com aquela ansiedade... Já estou animado para o volume 2! Posso concluir que existe uma história com bastante potencial que pode ser muito bem desenvolvida!

========== Os personagens ==========

Os personagens, a energia que faz a máquina fluir, o que temos a dizer a respeito deles? Rocky é a personagem principal, a protagonista, durante a história ela demonstrou ser uma personagem animada, divertida e um pouco temperamental, percebemos isso em alguns momentos cômicos como esse.


Ela é uma garota que não gosta muito de viver o cotidiano e é convidada à conhecer o mundo dos poképuffles, vimos seu pleno desenvolvimento neste volume, por enquanto, Rocky se trata de uma pura novata no mundo em que é convidada, e possivelmente, futuramente, uma treinadora em potencial, como sabemos, todos que estão no topo começam de baixo e sei que é isso que vai acontecer com a treinadora Rocky.

Sobre os personagens secundários, não tive uma chance de conhecê-los direito, exceto o Professor Pinguim, um senhor bem interessante, o precursor por trás da novíssima jornada de Rocky, que lhe deu seu primeiro poképuffle e a ajudou a iniciar sua jornada fora do cotidiano para salvar o mundo!

========== A organização ==========

Quando digo organização, me refiro a coisas como, ortografia, posição dos balões, dos desenhos etc...  Então, vamos analisar esta parte começando com ortografia, durante o decorrer das falas e da introdução noto alguns erros ortográficos, porém nada que atrapalhe a leitura, e também uma coisa possivelmente comum, afinal, com aquela animação que temos para trabalhar na história quem não deixa passar um errinho ortográfico? Claro que não é nada relevante, com certeza...


... Já os balões, bem, a maioria deles está posicionado num lugar confortável do quadrinho, porém há um erro que Rocky já falou que não irá cometer nas próximas edições, a fonte e centralização da fala, geralmente a fonte usada nas falas não são usadas em quadrinhos pelo fato de não combinar muito e a respeito da centralização, acredito que também seja causada pela fonte escolhida, basta uma troca para uma mais combinável e PUF! Perfeito!

A respeito dos desenhos, eles estão ótimos, os traços, os fundos, alguns foram retirados de outras fontes, porém isso torna a leitura um pouco cômica e divertida! Os desenhos não estão aquela perfeição 100%, afinal é difícil existir perfeição 100% e garanto que ninguém iria deixar a história comprometido para se concentrar em fazer desenhos completamente perfeitos. Mas vale ressaltar que pelos sneak peeks do próximo volume, os desenhos ficarão super legais. (mas do que já é agora)

========== Expectativa de continuação ==========

Pelos sneak peeks e pelo que já temos conhecimento do volume 1, acredito que a história ficará bem interessante a partir do volume 2, afinal pode acontecer muita coisa futuramente, acredito que Rocky conhecerá novos poképuffles, novos amigos, e irá na sua jornada que com certeza será incrível! Estou ansioso para o futuro de Pyccampor... E também espero que algumas perguntas que me surgiram sejam respondidas no próximo volume...


Como o misterioso sujeito que observava Rocky durante sua visita ao Professor Pinguim, acredito que do que ele se trata e do que há ao redor dele será tratado mais adiante, assim como o motivo de Rocky ter que salvar o planeta.

========== O veredicto ==========


O que podemos concluir desta história e do volume 1 deste mangá? Uma história com bastante potencial, personagens cativantes, e o detalhe dos poképuffles, simplesmente sensacional, espero que Rocky capture um pokélitten! Enfim, a desejo boa sorte no decorrer desta jornada, tanto na história quanto na vida real, como iniciante na área de escrita, pelo visto eu não fui o único que me encantei com a história já que li comentários realmente inspiradores, e são esse tipo de comentário que nos faz melhorar o que já temos e desenvolver nossos projetos...

Concluindo, o volume inicial deste mangá foi criativo, divertido e ligeiramente misterioso, com coisas que nos faz querer o volume seguinte imediatamente, esse foi a minha review, espero que tenham gostado, principalmente a Rocky. Até mais e... Pinguinando!