11 de jul de 2017

Capítulo 6 | Scream, Penguin!

Olá, pinguins!

Está começando agora, mais um capítulo de "Scream, penguin!" e a maratona da série! Se você não está sabendo dessa maratona, confira a minha última postagem, onde eu explico sobre ela. Bom, no último capítulo, o assassino fez mais uma vítima: Técnico, e também, Rico caiu em uma armadilha do assassino, que não deu certo mais uma vez, e conheceu Danielps, e o seu pai, Porquinho, que voltou de uma viagem. Mas, a parte mais importante: Mister foi sequestrado pelo assassino, e agora os pinguins não sabem onde ele está. 


Hotel Puffle, Club Penguin, 18:00 PM.

Após o ocorrido no Hotel Puffle, Rico foi conversar com Danielps, o recepcionista que sabia algumas coisas sobre o assassino. 
- Então, primeiramente, como você descobriu a história do assassino? - pergunta Rico.
- Bom, em uma noite, eu estava trancando as portas do Hotel Puffle, até que eu vi ele. O assassino me atacou, ele cortou a minha nadadeira, aí eu derrubei ele, e a máscara dele caiu no chão. Não vi o rosto dele, mas vi o cabelo dele. - responde Danielps.
- Qual cor era? - pergunta Rico.
- Ele era... loiro. - responde Danielps.
Rico já eliminou alguns pinguins, como o Xerife Seyne, Mister, e até o próprio Danielps.
- Nossa! - exclama Rico, horrorizado.
- Por que ficou tão horrorizado? - pergunta Danielps.
- É porque tenho amigos loiros, inclusive minha mãe... tenho medo que possa ser algum deles. - responde Rico.
- Relaxa, tenha pensamentos positivos... - diz Danielps.
- Ok... - responde Rico.
- Então, continuando a história, o assassino fugiu, e eu vi pegadas dele, e segui elas para ver de onde ele tinha vindo. Quando acabou as pegadas, vi uma casa, não muito grande. Quando entrei dentro, vi muitas fotos, de você, da Bili, da Lilluane, de todos os seus amigos! Mas, também, vi fotos de um pinguim estranho, que não conheço... - diz Danielps.
- Nossa! Quem era? - pergunta Rico.
- Era o pai do assassino. - responde Danielps.
- O quê?! Com essa informação dá pra saber quem é o assassino! E como você descobriu? - pergunta Rico.
- Bom, depois que eu vi tudo aquilo, eu chamei o meu amigo Ferby, ele é muito bom de hackear computadores, e ele sabe toda a história da ilha. - responde Danielps.
De repente, a porta do Hotel Puffle se abre. Era um pinguim com um capuz. Danielps e Rico ficaram assustados, até que ele tirou o capuz. Era o Ferby.
- Que susto, Ferby! - exclama Danielps.
- Oi, amigo! Vim aqui buscar o meu puffle... - diz Ferby.
- Ah... ele está no "Bem estar". - responde Danielps.
- Ok. Quem é esse cara? - pergunta Ferby.
- Oi, eu sou o Rico. Vim aqui conversar com o Danielps sobre a história do assassino. - responde Rico.
- Inclusive, estava contando pra ele a parte em que eu chamei você naquela casa. - diz Danielps.
- Ah, sim! Eu hackeei o computador e descobrimos várias coisas! - diz Ferby.
- O quê vocês descobriram? O quê tinha no computador? - pergunta Rico.
- No computador tinha alguns vídeos, um de quando ele matou a Sandy, e me lembro que ele deixou um papel escrito "Bili" na frente, e atrás estava escrito "Sponge", na cama dela. Tem também um vídeo no Palco, em que ele filmou todos vocês! E, por último, tem o vídeo em que ele solta o Mister da cadeia, e mata um segurança. - responde Ferby.
- Então Mister realmente não é o assassino! - exclama Rico.
- É, ele não é o assassino. - diz Ferby.
- E por que vocês não contaram tudo isso para a polícia? - pergunta Rico.
- Porque... depois que saímos da casa, o assassino nos mandou uma mensagem, nela dizia que, se nós contássemos para alguém, ele ia matar a gente! - responde Ferby.
- Ah, sim... - diz Rico.
- Bom, vou buscar meu puffle. Até logo, Rico! - diz Ferby.
- Até! - diz Rico.
- Além de descobrirmos tudo isso, também vimos fotos dele na infância. Em todas as fotos ele usava um capuz, então não dava pra ver muito bem o rosto dele. Tinha fotos dele numa caverna perto da montanha mais alta da ilha... muitas fotos e vídeos! - diz Danielps.
- Nossa... obrigado Danielps, ajudou demais! Muito mesmo! - agradece Rico.
- De nada! - responde Danielps.
Então, Rico saiu do Hotel Puffle, sabendo que ele e seus amigos estavam muito próximos de saberem quem era o assassino.

Realmente o Danielps sabia muita coisa sobre o assassino! Se o pinguim era loiro, já tenho uma lista de quem pode ser o assassino, porém, não vou mostrá-la para vocês, tentem descobrir quem é o assassino vocês mesmos... MUAHAHAHAHA! O capítulo foi um pouquinho curto, mas, conseguimos descobrir muitas coisas! Até mais e... Pinguinando!