7 de mai de 2017

A verdade está lá fora #5 | O estopim

Olá pinguins! Sejam bem vindos ao quinto capítulo da segunda temporada de A verdade está lá foraVamos acompanhar os rebeldes no começo do estopim da Guerra Interplanetária?

Clique aqui para acessar a primeira temporada de A verdade está lá fora.





Centro11:00 AM.

Havia uma grande movimentação de alienígenas e pinguins pelo Centro, que um dia pertenceu aos pinguins. Os rebeldes andavam de um lado para o outro. Carrie estava sentada em um banco se lamentava pela morte de Ellie, enquanto limpando a sua arma, ela olhava para o céu, e via a estação espacial de Theodore, e de repente saiu várias naves de lá, naves de ataque! Carrie pega seu comunicador e fala:

- Atenção! Ataque alienígena! Repito! Ataque alienígena! - diz Carrie correndo com sua arma

Ela vai até 3 pinguins, que são Jorge, Jack e Diana, os mais novos membros da Resistência.

- Fiquem atentos! Vocês viram aquelas naves? - diz Carrie apontando para o céu

- São as naves de ataque comum do Império Alienígena! - diz Jack

Carrie pega seu comunicador e diz:

- Gary! Traga uma nave da Resistência! - diz Carrie

- Sim! Eu mais alguns rebeldes estamos indo aí! Os alienígenas vieram tentar tomar o controle da ilha para eles novamente. - diz Gary encerrando a comunicação

Minutos depois a ilha está sendo bombardeada pelas naves com tiros de raio lazer, uma das poucas naves da Resistência chega ao local, descem da pequena nave de transporte Gary, Juh, Danielps e Lililuane.

Os quatro pegam suas armas e ficam a postos, Gary percebe Carrie muito triste, e então se aproxima.

- Carrie, eu sei que você está muito abalada com a morte de Ellie e de seus tios, mas precisamos continuar seguindo em frente! Se não coisas piores acontecerão! - diz Gary

- Tem razão Gary... Devemos por um ponto final no Império Alienígena, só assim conseguiremos libertar todos de uma vez da tirania deste império. - diz Carrie

Lililuane se aproxima, do grupo e diz:

- É o estopim! A paz definitivamente acabou! Tentarão recuperar o poder sobre a ilha! Está iniciada uma Guerra Civil!

- Sem dúvidas! Mas os venceremos e por fim acabaremos de vez com esse império lá no Planeta Y. - diz Danielps

Uma nave alienígena muito danificada, acaba caindo próximo aos rebeldes, o que gera um explosão. Todos caem sobre o chão, de repente aparece vários soldados alienígenas. Em meio ao fogo, começa um tiroteio, novamente os alienígenas enfrentavam frente a frente os rebeldes, os alienígenas estavam sendo comandados pelo único general do Império Alienígena, o General Victini.

O Império Alienígena apresentava uma organização extremamente simples, o imperador alienígena supremo, que controlava tudo e principalmente o Planeta Y, e Theodore que controlava apenas a Ilha Club Penguin, e havia o General Victini que treinava e comandava toda área bélica alienígena, e após isso tinha os soldados e outros funcionários. Todos rebeldes sabiam que seria fácil derrotá-los, mas para isso precisavam primeiro acabar com os soldados, para depois conseguirem acabar com os três comandantes principais.

Os alienígenas estavam em maior número, Gary e Lililuane recuaram entrando dentro de um edifício alienígena que um dia foi o Café, lá dentro era um restaurante muito moderno, os dois se esconderam atrás do balcão, logo chegaram Diana e Jack acompanhados dos alienígenas disparando muitos tiros.

Lililuane e Gary começam a disparar vários tiros, e assim conseguem conter os alienígenas, eles precisavam tomar o controle da ilha pra eles novamente, e assim depois acabar com a estação espacial e por fim com o Império Alienígena e seu imperador.

Fora do edifício, Jorge com sua personalidade sanguinária e mercenária estava escondido atrás de um arbusto ao lado do edifício, ele estava planejando capturar o General Victini e matá-lo.

Danielps e Juh conseguem acabar com quase todos os soldados ali presentes, em um momento de distração um soldado alienígena chega por trás dos dois e agarra Juh, e no mesmo instante Jorge pula sobre o General Victini, os dois caem sobre o chão, o alienígena começa a mordê-lo, Jorge pega sua arma e atira várias vezes no General Victini, que depois de algumas palavras incompreendíveis a nós, morre... Jorge olhava a morfologia do estranho alienígena, e se sentia feliz, por ter dado mais um passo rumo ao fim do Império Alienígena

Danielps conseguiu atirar no alienígena que estava atacando Juh, que também morre. Eles haviam acabado com os alienígenas do local, as naves áreas recuaram. Minutos depois todos se encontraram.

- Vocês fizeram um ótimo trabalho! Parabéns Jorge, conseguiu acabar com o General Victini! Agora eles não terão treinamento, e então Theodore que terá que treiná-los, ou seja, estarão desestruturados, vamos para a nossa base armar uma visitinha até a estação espacial de Theodore. - diz Gary

- Mas como? Nós só temos naves de transporte. - diz Carrie

- Eu repararei estas naves alienígenas e então todos nós iremos até a estação espacial, iremos realizar um ataque! - diz Gary

Os rebeldes corriam de um lado para o outro, Gary estava consertando as naves no Centro, mais tarde eles planejariam o ataque.

De início a Revolta Rebelde, e agora o estopim para uma Guerra Civil! O tempo está curto, e em pouco tempo Gary terá que conseguir consertar as várias naves danificadas deixadas ali, e planejar o ataque a estação espacial! Tudo corre muito bem, mas será mesmo?

Esse foi o 5° capítulo de A verdade está lá fora. Fiquem atentos, pois domingo que vem teremos o 6° capítulo! Até mais e... Pinguinando!