5 de mar de 2016

Penguin Falls #1 - Bem vindos a Penguin Falls.

Saudações, pinguim. Hoje, estou aqui publicando o primeiro capítulo da nova série do MACP, Penguin Falls. A série não foi anunciada pelo simples motivo de surpreender nossos queridos leitores. Essa série é inspirada no desenho da Disney XD, Gravity Falls. Em breve um concurso de personagens será realizado para decidir partes secundárias do elenco. Mas, bom, sem mais enrolação...vamos começar. Preparados? Bem vindos a Penguin Falls! Clique em continuar lendo para prosseguir. 



Era um verão quente, eu e minha irmã estávamos aproveitando nossas férias escolares (Três meses, dá para acreditar?) até o fatigante dia em que nossos pais decidiram que a gente necessitava de ''ar fresco e puro''. Eles nos mandaram para a casa de nosso tio-avô Jack, no Oregon, que vivia em uma pequena vila chamada Penguin Falls. Nosso verão não foi apenas descanso, diversão e preocupações a nível zero. Eu e minha irmã vivemos algo que é muito dificíl de acreditar. 

- Eaí, irmão? Ansioso para chegar a casa de tio Jack? - Exclamou uma garota que usava um aparelho nos dentes e vestia um suéter com um cachorrinho jogando basquete. 
- Não muito, Lili, não muito... - Respondeu um garoto, realmente parecido com a menina. Mas este usava um chapéu marrom com uma estrela, e tinha vestido um colete aqua. Parecia ser uma pessoa realmente insegura. - Eu não acho boa ideia ir passar nosso verão na ''humilde residência'' do irmão do avô Shernny. Simplesmente não conhecemos o homem, precisamos tomar cuidado.

- Nossa cara, você é demasiado medroso. Ele não é um criminoso, é nosso tio. Se lembre, nunca julgue um livro pela capa. - Indagou a menina. 

- Onde você viu esse ditado? - Questionou o irmão. 
- Na revista para pré-adolescentes! - Respondeu ela, animada.
- Bem me parecia... - Ao passo que o garoto, que, a propósito se chamava Logan (Ei, pessoal, sou eu!) disse isso, o ônibus havia parado. Parece que tinham chegado.

O ônibus tinha largado as crianças em uma suposta fraude de terror. Intitulada de Cabana do Mistério. Faltava um ''S'', no telhado. Decadência...

- É, parece que isso é pior do que eu pensava. - Ironizou Logan, sorrindo para a irmã.
- Haha, que piada...eu até esqueci o riso em casa! - Respondeu a garota, desiludida. 

Foi aí que um homem idoso, vestindo um traje com uma gravata borboleta e usando um chapéu maçónico se aproximou. 

- Eaí, crianças. Logan e Lili, não é mesmo? Sou vosso tio Jack. Bem vindos ao lugar mais mágico (aparentemente) da terra, a Cabana do Mistério!

- É, lugar mais mágico da terra... - Disse Logan, sussurrando. - É um prazer conhece-lo, tio Jack. 
 - Adorei seu chapéu, tio! - Disse Lili, pulando como uma louca. - A gente vai adoraaaaar estar aqui. Onde são nossos quartos? E, já agora, eu trouxe meu porquinho de estimação, Waddles. 

- Vocês ficarão no sótão, meu empregado Zero tomou a liberdade de colocar duas camas lá, exclusivamente para vocês. 

- Agradecemos. - Indagou Logan, se afastando. 

Na altura, eu achava o tio Jack um inútil. Eu pensava que ele era apenas um homem chato e maldoso. Mas não é assim. No fim de muito, ele foi uma preciosa peça no puzzle. Parece que a revista de minha irmã não está sempre errada. Ás vezes, julgar o livro pela capa não é nada bom. 


CONTINUA...

Bom, leitores, e esse foi o primeiro capítulo! Logan parece um garoto muito indeciso e muito desconfiado. Pelo contrário, Lili tem uma aparência animada e excêntrica. Eu estarei fazendo meu melhor para publicar essa série, e agradeço de coração que ela seja apreciada. Bem, e é tudo, vou ficando por aqui, até mais e...Pinguinando!