24 de jan de 2016

Sonic Pipebomb #3 - Redes Sociais de Club Penguin | Parte 1/2



Olá pinguins! Tudo bem com vocês? Aqui é o Sonic!

Hoje eu farei uma edição especial do Sonic Pipebomb. Eu falarei das redes sociais de Club Penguin. Porém por esse ser um assunto que requer muito espaço para ser contado, eu dividirei essa edição em duas, como podem ver no título. Esse assunto foi sugerido pelo Jack Crazy CP, ajudante de quadros e moderador do xat do MACP.


Este foi seu comentário:

"Fale sobre as redes sociais do Club Penguin, a realidade: os xingamentos, as opiniões que são diferentes das que são feitas pelos mesmos em Youtube, etc..."

Bem, eu responderei sua sugestão baseado na minha experiência com as redes sociais de Club Penguin. Falarei da Central Club Penguin, Club Penguin Society e Puffle Network, as mais relevantes redes sociais de Club Penguin da história. Por ser mais uma postagem sobre experiências, essa edição não terá muitas imagens, até porque não temos muitas sobre esse assunto. Enfim, vamos começar.

OBSERVAÇÃO: Quando falo da Central Club Penguin, também falo do que aconteceu nas redes que foram inspiradas no nome dela, como Central Club Penguin Fórum e Central Club Penguin 2, redes que não fizeram tanto sucesso quanto a original porém também tiveram alguns tópicos interessantes.

Central Club Penguin


Central Club Penguin. São apenas três palavras para descrever uma rede social que uniu a CPBR inteira e que revelou vários integrantes da atual CPBR. Derp, Pniguim, ChrysNeo, Gustarrio e muitas outras personalidades se popularizaram graças a CCP. Eu talvez não estaria escrevendo essa postagem agora se não fosse a CCP. Ela tinha uma ideia inovadora: uma rede social somente de jogadores de CP. Possuía a equipe dos sonhos, com Aamelo, Juca, Pentapinguim e outros. Basicamente estavam todas as personalidades da CPBR lá. Tinha uma média de 40 mensagens por dia. Era um paraíso dos jogadores de CP.

Porém, um grande problema das redes sociais nasceu na CCP: Ameaças Hackers. Alguns meses após a criação da rede social, recebíamos ameaças hackers quando os administradores não estavam online. Porém após algumas investigações dos administradores, essas invasões acabaram diminuindo.

Eu não poderia deixar de citar toda a cultura que acontecia dentro dessas redes. Existiam vários grupos sobre assuntos variados. Quizzes, grupos de humor, séries, blogs... Como disse antes, era o paraíso dos jogadores de Club Penguin. Eu me lembro que eu participava bastante de um grupo de quiz que era feito pela minha eterna amiga Laís. No grupo, eram feitos quizzes de certos em certos dias. Quanto mais o usuário acumulava pontos nos quizzes, maior era seu resultado mensal. No final, quem tivesse o maior resultado mensal ganhava um code específico. Vale citar que foi através dessa espécie de quiz que o grandioso Penta recebeu seu apelido de "rei dos codes", por fazer muitos quizzes valendo codes. E como não falar do Dream Destroyer? Grupo de humor que marcou bastante na época. Foi criado pelo saudoso Eduardo008, que inspirou  muitos membros da CPBR de atualmente. Basicamente qualquer "fora" criativo dado na rede poderia virar um Dream Destroyer. Era um meme muito simples, mas que unia e divertia todos os usuários. Enfim, eram muitos grupos. Peço desculpas se esqueci algum.

Infelizmente após alguns meses, junto com a CPBR, a CCP começou a decair. Os membros começaram a abandonar a rede, até que ela virou um deserto e foi fechada. Como sempre, a inatividade matando a CPBR.

Club Penguin Society


A Club Penguin Society foi a segunda grande rede social de Club Penguin. Infelizmente o número de membros da mesma não alcançavam nem ao menos 1/3 do número de membros da Central Club Penguin. Somente os membros mais fiéis permaneceram. O criador da CPS também foi Aamelo, porém dessa vez ele não tinha mais a disponibilidade que tinha antigamente, e a administração foi passada para outras pessoas da equipe. Basicamente não tinham muitas coisas diferentes da Central Club Penguin, fora a falta de usuários. Também foi acrescentado um grupo para os usuários da rede no Skype, chamado Skype da CPS, criado por mim, com a intenção de manter contato entre os usuários em caso de invasões hackers.

Passaram-se dois meses e a maldita inatividade voltou a atuar. Para deixar a rede ativa, alguns dos usuários e até mesmo integrantes da equipe começaram a falar cada vez mais de outros assuntos, entre eles assuntos +16. Até que certo dia, houve uma revolta no grupo do Skype sobre a situação da CPS. Essa revolta deu origem a protestos, que fizeram acontecer várias brigas. O clima estava muito tenso. Para piorar, o animador ChrysNeo, um dos únicos que deixavam a rede social viver, se demitiu devido a essas brigas. Foi a gota que fez o copo transbordar. A rede foi fechada devido a brigas e, principalmente, pela inatividade. Foi um fim trágico.



Essa foi a edição de hoje. Na parte dois dessa edição falarei da Puffle Network, a última rede social de Club Penguin. Discordam de algo? Querem acrescentar alguma coisa? Deixem nos comentários!

Por enquanto é só, pessoal. Não se esqueçam de deixar suas opiniões para futuras edições. Fiquem bem e até mais!