10 de jan de 2016

Sonic Pipebomb #2 - As festas do CP


Olá pinguins! Tudo bem com vocês? Aqui é o Sonic!

O que acharam da nossa nova logo? Ela foi feita pelo Sponge, administrador geral do MACP. Eu gostei bastante da logo, e não sei se vocês notaram, mas temos um easter egg nela. Digam nos comentários se vocês conseguiram achá-lo!

Enfim, estou aqui para a segunda edição do Sonic Pipebomb! A edição de hoje foi sugerida pelo leitor e moderador do xat do MACP, Sifurafa!!! Ele me sugeriu falar sobre as festas do CP.



Este foi seu comentário:
  
"Muitos pensam que as festas estão horríveis e alguns que o Projeto Super Secreto vai piorar a situação mais ainda. O que você faria para provar que as festas não estão tão ruins e que isso acaba com a blogosfera do CP?"

Eu tenho percebido que ultimamente as festas estão sendo utilizadas como um maneira desesperada de atrair jogadores, porque o CP está em crise há alguns meses. Porém, está bem claro que a equipe do CP tem falhado em alguns pontos. Para avaliá-las, selecionei 5 tópicos que são muito discutidos pelos jogadores e darei meu ponto de vista sobre eles. No final, deixarei uma reflexão sobre as festas.

Sneak Peeks

Algo que evoluiu muito nos últimos anos foram as coberturas de festas, mesmo com a crise da blogosfera. Um exemplo, em 2007 nós ficávamos sabendo das festas somente quando o próprio CP lançava algum sneak peek, o que era um pouco raro, ou somente quando elas eram lançadas mesmo. Atualmente 1 mês antes da festa um blog estrangeiro acha coisas curiosas sobre as festas nos arquivos do jogo e posta sneak peeks, que em questão de minutos já estão rodeando pela blogosfera mundial de Club Penguin.

Quanto a minha opinião eu não sou completamente contra os sneak peeks, por mais que eles acabem com o efeito surpresa das festas, porque eles ajudam com o conteúdo e audiência da blogosfera de CP.

(Club Penguin Space, um dos blogs mais infiltrados nas festas do Club Penguin)
Takeover

Todos os assuntos que falo aqui são polêmicos, porém esse merece um destaque. As takeovers tem lados bons e ruins. O bom é que elas atraem jogadores e dão dinheiro para o jogo. Dinheiro que tem sido essencial, pois ultimamente o CP passa por tempos de crise. Porém, elas meio que acabam com a magia de jogar Club Penguin, de participar de festas únicas. Os verdadeiros jogadores de Club Penguin não querem o jogo como marketing puro, mas sim como um jogo carismático e criativo.

Eu mesmo admito, já fui muito mais contra as takeovers, entrei em muitas discussões por causa delas. Mesmo revendo meus conceitos, ainda as vejo como um grande problema para o CP.


(Marvel-Batalha de Super-Heróis, a primeira de uma extensa série de takeovers)

Puffles

Talvez esse seja o assunto mais discutido pelos jogadores. Os seres puffísticos, como o CP gosta de chamar, foi um "grande projeto" do CP que tinha se iniciado logo em 2012, com alguns sneak peeks. Esse projeto teve a intenção de alavancar a audiência. Muitos criticam o fato de praticamente ser adicionado um puffle a cada festa, e eu concordo até certo ponto. Realmente é ridículo trazer puffles mensalmente.

Sei que é bom termos mais opções de puffles, porém os puffles tradicionais que conhecemos foram bem feitos, digo, tem características únicas e foram feitos com calma. Tem suas personalidades. A maioria dos seres puffísticos foram feitos com pressa para comemorar alguma festa e não tem suas personalidades. A maioria dos puffles tradicionais tem suas personagens, é isso que falta nos seres puffísticos, personalidade, carisma.

(Seres Puffísticos, um grande erro do CP)
Originalidade

Admito que tirando o fato das takeovers, esse é um tópico que o CP até tem usado bem. Eu vejo que a equipe do CP tem se esforçado para criar festas originais. Muitas vezes essas tentativas acabam sendo falhas, como a Festa dos Descendentes, mas por vezes a equipe tem algumas boas ideias, como a Festa SoundStudio, na minha opinião.

Vale citar que estamos ficando mais rígidos com o tempo, ou seja, estamos aceitando cada vez menos coisas originais. Isso foi comprovado cientificamente. Por exemplo, qual foi o filme mais bem-sucedido no ano passado? Star Wars - O Despertar da Força, um filme de uma trilogia de quase 40 anos. Lembrando, não estou desvalorizando o filme, até porque eu vi ele e gostei, a mensagem que quero passar aqui é que temos que ser um pouco mais otimistas quanto as festas. Sei que algumas delas possuem muitos erros, porém temos que ver e valorizar seus pontos positivos.
Operações da EPF

Muitos criticam as operações da EPF, mas eu acho que foi uma ótima ideia deles. A maioria das operações foram bem planejadas, com ideias inovadoras, e lembram bastante as antigas missões da ASP e dos jogos da EPF de Nintendo DS. Claramente algumas delas tiveram algumas falhas, mas no geral foram todas bem feitas.

Eu também reparo que a Operação Crustáceo recebeu várias críticas por ter sido muito fraca, porém ela ainda não acabou, já foi confirmado que ela irá acabar em Fevereiro. E de acordo com os sneak peeks que temos recebido ultimamente, o encerramento da operação parece que está sendo bem planeado na minha opinião.

Quanto a sua segunda pergunta Sifurafa, a questão das festas não prejudica somente a blogosfera do CP, mas sim toda a CPBR. Simplesmente porque as festas desagradáveis fazem os jogadores perderem o interesse pelo jogo e fazem eles abandonarem o jogo.

(Operação Apagão, considerada a melhor operação da EPF até hoje.)


Conclusão: As festas do CP ultimamente tem sido usadas como uma forma desesperada de atrair jogadores, visto que o Club Penguin passa por tempos de crise. Como era de se esperar, as festas tem pecado em vários aspectos, como na criação de puffles. Porém as mesmas tem tido alguns pontos positivos na criação de operações da EPF. Um dos pontos mais criticados das festas é a questão dos puffles, onde estão sendo criados puffles em excesso como forma de atrair jogadores. A maioria dos novos puffles não possuem personalidade e carisma, como os puffles tradicionais possuem. Também temos a questão das takeovers, que tem lados positivos e negativos. Positivo porque atrai jogadores e rende dinheiro para o jogo, e negativo porque acaba com o conceito das festas do Club Penguin. Quanto a originalidade das festas, a equipe do CP tem se esforçado para criar festas inovadoras e originais. Algumas vezes eles obtém sucesso, outras vezes não. Vale ressaltar que estamos cada vez menos aceitando festas novas, e que para discutir civilizadamente sobre elas, temos que ter um olhar mais amplo e menos pessimista. Sobre as operações da EPF, elas tem sido um dos pontos mais fortes em relação às festas, por ter ideias originais e bastante criativas em minha opinião. Quanto aos sneak peeks, percebemos uma evolução nesse tópico nos últimos anos, visto que recebemos sneak peeks feitos por blogs sobre festas com uma grande antecedência. Alguns acham esse tópico prejudicial, pois acabam com o efeito surpresa das festas, porém eles também tem um lado positivo, pois dão audiência e conteúdo aos blogs. Também é bom ressaltar que as festas são fundamentais para a comunidade do Club Penguin, porque podem fazer tanto um jogador se juntar ou abandonar o jogo dependendo de suas qualidades.

Esse foi o meu ponto de vista sobre as festas do CP. Discordam? Querem ressaltar algo? Deixem nos comentários!

Por hoje é só pessoal. Espero que tenham gostado da minha opinião e não se esqueçam de deixar sugestões para futuras edições do Sonic Pipebomb. Fiquem bem e até mais!
(The Special End Of Year, evento que ocorreu durante a Festa de Fim de Ano 2013.)

Créditos a Thiago27 pela imagem acima.